Artístico, cultural, festivo, subversivo, político, o TRANSPARENTE propõe documentários, debates, uma conferência, uma exposição fotográfica e, claro está, uma festa - formas de expressão que encorajam o espírito crítico e ajudam a formar opinião. Para 2018 escolhemos como tema central a Informação. Constatando a tendência paradoxal de padronização de informação, da produção cultural, dos comportamentos ou do consumo num mundo onde nunca antes tinham existido tantas possibilidades de escolha e de comunicação, o TRANSPARENTE propõe que para adquirir informação, para lutar contra a desinformação, para formar opiniões conscientes, é preciso exercitar o espírito crítico. Afirmamos assim a nossa voz crítica na promoção da transparência e de um mundo mais justo, mais tolerante e menos desigual, num ambiente de convívio, de partilha, de troca.
03 dez
Sessão de abertura
Palácio Baldaya
inauguração, 19hPalácio Baldaya

inauguração, 19h

Palácio Baldaya, Estrada de Benfica 701A

*Entrada gratuita

O Transparente começa aqui, com dose dupla. Depois de uma breve cerimónia oficial de abertura do festival, o fabuloso Palácio Baldaya, em Benfica, acolhe um momento musical com as Novas Vozes de Abril. Depois de jantar será exibido o documentário Black Code.

03 dez
Concerto Novas Vozes de Abril
Palácio Baldaya
música, 19hPalácio Baldaya

música, 19h

Palácio Baldaya, Estrada de Benfica 701A

*Entrada gratuita

Lançado em 2017, o projecto musical Novas Vozes de Abril trabalha com comunidades e jovens de vários bairros lisboetas para recriar a cantiga de intervenção, dando-lhe novas sonoridades. Canções de José Afonso, Sérgio Godinho ou Fausto numa versão em rap ou funk, é o que nos oferece as Novas Vozes de Abril, que assim animarão a sessão de abertura do Transparente.

03 dez
Black Code
Palácio Baldaya
filme, 21h30Palácio Baldaya

filme, 21h30

Palácio Baldaya, Estrada de Benfica 701A

Nicholas de Pencier, Canadá, 2016 • 90` • documentário | Entrada gratuita

Em Black Code, o realizador canadiano Nicholas de Pencier examina o complexo impacto global da internet e da chamada big data em temas como discurso livre, privacidade ou activismo - Where big data meets big brother. O filme mostra-nos como governos manipulam a internet para censurar e monitorizar os seus cidadãos, e as formas que estes encontram para ripostar.

04 dez
Naila and the Uprising
Palácio Baldaya
filme, 21h30Palácio Baldaya

filme, 21h30

Palácio Baldaya, Estrada de Benfica 701A

Julia Bacha, 2017 • 75` • documentário • legendas em EN | *Entrada gratuita

Este documentário apresenta um retrato do caminho da líder da resistência Palestiniana Naila Ayesh, cuja história se confunde com a mobilização não violenta do final dos anos 80 conhecida como Primeira Intifada. Naila and the Uprising foca-se no papel central mas esquecido das mulheres na política da região, utilizando imagens de arquivo da intifada e peças jornalísticas com Naila Ayesh, complementadas por imagens privadas da sua família e animações minimalistas.

05 dez
Desinformação e Fake News
FCSH
debate, 18hFCSH

debate, 18h

FCSH, NOVA, Auditório 1, Piso 1 / Torre B

com: Fernando Esteves - projeto de fact-checking Polígrafo, Germano Almeida - professor e jornalista e Paulo Querido - professor e jornalista • moderação: Dora Santos Silva - FCSH-UNL | *Entrada gratuita

As fake news têm sido alvo de maior atenção mediática nos mais recentes meses. Fonte de desinformação para os cidadãos, acredita-se que tenham sido instrumentais na eleição de Trump ou Bolsonaro, por exemplo. Qual o seu circuito? Como podemos identificá-las e, futuramente, evitá-las? A par das fake news, que outras técnicas de desinformação devemos dar especial atenção nos dias que correm e qual o papel do jornalismo perante estes fenómenos? São estas e outras questões que abordaremos nesta sessão de debate.

05 dez
Crime + Punishment
Palácio Baldaya
filme, 21h30Palácio Baldaya

filme, 21h30

Palácio Baldaya, Estrada de Benfica 701A

Stephen Maing, EUA, 2018 • 112` • documentário • inglês, sem legendas | *Entrada gratuita

Crime + Punishment, lançado em 2018, pede o título emprestado a um romance de Dostoievski para testemunhar e contar a história de um grupo de polícias denunciantes (whistleblowers), bem como dos jovens pertencentes a minorias que aqueles são pressionados para prender. Este documentário mete em exame o mais poderoso departamento policial dos EUA através do comportamento corajoso de um grupo de polícias e de um detetive privado inesquecível, que arriscam as suas carreiras e segurança para mostrar práticas policiais que minam as ruas de Nova Iorque há décadas.

06 dez
Artivismo: arte, ativismo e corrupção
FCSH
debate, 18hFCSH

debate, 18h

FCSH, NOVA, Auditório 2, Piso 3 / Torre B

com: Nuno Saraiva - ilustrador e cartoonista do Inimigo Público, Miguel Januário - artista e mentor do projeto maismenos e Rui Mourão | *Entrada gratuita

O ‘artivismo’ é uma expressão que pretende traduzir a forma como certos gestos artísticos são, também, uma forma de militância social. ‘Artivista’ é assim o artista que faz da sua arte uma forma de ativismo. Nesta sessão pretende-se debater a forma como a arte é, ou pode ser, uma forma de ativismo social, político ou outro; e de que modo os ‘artivistas’ usam a sua arte para combater certos problemas, nomeadamente a corrupção. A sessão reúne vários nomes ligados às artes para discutir este temas.

06 dez
The Silence of Others
Palácio Baldaya
filme, 21h30Palácio Baldaya

filme, 21h30

Palácio Baldaya, Estrada de Benfica 701A

Almudena Carracedo e Robert Bahar, EUA e Espanha, 2018 • 96` • documentário | *Entrada gratuita

The Silence of Others revela a luta silenciada das vítimas do regime franquista, que continuam ainda hoje à procura de justiça. Filmado ao longo de seis anos, num estilo cinematográfico direto e intimista, o documentário acompanha as vítimas e os sobreviventes do regime à medida que organizam a denominada ‘Querella Argentina’ e confrontam um ‘pacto de esquecimento’ sobre os crimes de que foram vítimas.

07 dez
Dead Donkeys Fear no Hyenas
Palácio Baldaya
filme, 21h30Palácio Baldaya

filme, 21h30

Palácio Baldaya, Estrada de Benfica 701A

Stephen Maing, DE/SW, 2017 • 120` • documentário | *Entrada gratuita

O mundo conhece hoje uma corrida comercial às terras agrícolas – o novo ouro verde. Um dos novos lugares mais rentáveis para a agricultura é a Etiópia, onde o governo cede milhões de hectares de terras alegadamente desocupadas a investidores estrangeiros. Mas o sonho da prosperidade tem um lado negro: os maiores despejos forçados da história moderna, a destruição do sustento de pequenos agricultores, repressão e uma crescente espiral de violência. Dead Donkeys Fear no Hyenas investiga estes investimentos estrangeiros em terra agrícola e expõe o seu impacto na vida das pessoas. O filme encontra investidores, parceiros de ajuda para o desenvolvimento, jornalistas perseguidos, ambientalistas e pequenos agricultores privados das suas terras.

07 dez
Corrupção e Jornalismo de Investigação
FCSH
conferência, 14hFCSH

conferência, 14h

FCSH, NOVA, Auditório 1, Piso 1 / Torre B

com: Sílvia Caneco - jornalista da Visão, Pedro Coelho - jornalista da SIC, e Aubrey Belford - Jornalista do The Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP) • línguas: PT e EN | *Entrada gratuita

Os jornalistas têm desempenhado um papel fulcral de denúncia de casos de corrupção em Portugal e no mundo, muitas vezes arriscando a própria vida. A título de exemplo, podemos recordar o recente caso da jornalista maltesa Daphne Galizia, assassinada enquanto expunha publicamente vários casos de corrupção. Em Portugal, o caso Face Oculta ou o caso BES são alguns dos exemplos em que jornalistas de investigação tiveram um papel importante no esclarecimento dos casos.

07 dez
Un Journaliste au Front
FCSH
filme, 16h00FCSH

filme, 16h00

FCSH, NOVA

Santiago Bertolino, 2016 • 98` • documentário • legendas em EN | *Entrada gratuita

Este documentário de longa duração segue a carreira atípica do repórter freelancer canadiano Jesse Rosenfeld. Ao seu lado, o diretor Santiago Bertolino apresenta uma complexa realidade regional, ao mesmo tempo que explica a evolução da prática jornalística no contexto da nova selva da comunicação. Do Egipto à Turquia e ao Iraque, via Israel e Palestina, Um Jornalista na Frente mostra os altos e baixos de um novo jornalismo em acção. Objectivo: fazer ouvir a voz da informação independente e crítica.

08 dez
Limpam com o Fogo
Academia Recreio Artístico
filme, 15h45Academia Recreio Artístico

filme, 15h45

Academia Recreio Artístico, Rua dos Fanqueiros, 286

Conrado Ferrato, Rafael Crespo, César Vieira, 2017 • 84` • documentário | *Entrada gratuita

​Documentário sobre a epidemia de incêndios em favelas na cidade de São Paulo, Brasil, e a relação com a especulação imobiliária. Entre análises de especialistas e depoimentos marcantes das vítimas, o filme investiga os reais motivos por trás da selectividade do fogo, e explora a relação entre empresas do sector imobiliário e os vereadores que participaram da Comissão Parlamentar de Inquérito dos Incêndios em Favelas, na Câmara dos Vereadores de São Paulo.

08 dez
Habitação
Academia Recreio Artístico
debate, 17h30Academia Recreio Artístico

debate, 17h30

Academia Recreio Artístico, Rua dos Fanqueiros, 286

com: Susana Coroado - TI-PT, Luís Mendes - CEG/IGOT-UL, Helena Roseta - deputada no Parlamento pelo PS e Presidente da Assembleia Municipal de Lisboa e Maria João Costa - Associação Habita • moderação: Alda Botelho Azevedo - ICS | *Entrada gratuita

A criação da Secretaria de Estado da Habitação, em julho de 2017, e subsequente publicação da Nova Geração de Políticas de Habitação, em outubro de 2017, assinalam um período em que a habitação assume de novo um papel central no âmbito das políticas públicas em Portugal. Neste novo paradigma reconhece-se a necessidade de garantir o acesso universal a habitação adequada e incentivar a reabilitação do edificado e a reabilitação urbana. Contudo, permanecem ainda dúvidas sobre como e quando esses objetivos serão atingidos e sobre quais serão os impactos dos instrumentos de política adotados nas famílias e no edificado. Neste debate, com a participação de quatro peritos da habitação em Portugal, procuraremos discutir a informação disponível e promover o esclarecimento sobre o tema. Debate organizado no âmbito do projeto HOPES: HOusing PErspectives and Struggles Futures of housing movements, policies and dynamics in Lisbon and beyond (PTDC/GES-URB/28826/2017).

08 dez
Festa Transparente
Academia Recreio Artístico
festa, 22h30Academia Recreio Artístico

festa, 22h30

Academia Recreio Artístico, Rua dos Fanqueiros, 286

*Entrada gratuita / M16

Após debate sobre habitação e jantar na Academia Recreio Artístico, a festa continua noite dentro! O bar e o salão da Academia Recreio Artístico vai ser animado por Chima Hiro. Quem é Chima Hiro? Esta é uma pergunta que já poucos fazem. O seu percurso enquanto DJ tem-na feito levar a salas como o Lux, Lounge ou Damas, em Lisboa, ou Plano B, Passos Manuel ou Café au Lait, no Porto, o seu entusiasmo contagiante pela música, o qual ela partilha em escolhas que aquecem corpo e mente. O seu programa de rádio NYCE & SLO, na Quântica, era servido numa aura de bom gosto e revela a sua proximidade com estilos como o new age, o jazz, o house melódico ou beats distorcidos, para nomear alguns. Pegando nas palavras de Inês Coutinho, ‘Uma voz urgente de se ouvir e uma lufada de ar fresco. Uma mulher sem medos’. A pergunta não é ‘quem é Chima Hiro?’ Não há pergunta.

09 dez
Access to the Danger Zone
Palácio Baldaya
filme, 18h00Palácio Baldaya

filme, 18h00

Palácio Baldaya, Estrada de Benfica 701A

Peter Casaer, Eddie Gregoor, 2012 • 70` • documentário | *Entrada gratuita

Access to the Danger Zone explora algumas das estratégias que a organização Médicos Sem Fronteiras utiliza para salvar vidas em zonas de guerra como a Somália, Afeganistão ou leste da República Democrática do Congo - estratégias essas que são testadas a cada dia que passa. Narrado por Daniel Day-Lewis e acompanhado por imagens dramáticas recolhidas nos países em 2011 e 2012, é um documentário sobre vítimas de guerra e a sua necessidade de ajuda humanitária. Descreve as dificuldades e perigos que organizações humanitárias encontram ao tentar trazer ajuda a alguns dos locais mais perigosos do planeta.

09 dez
Raimundo
Palácio Baldaya
filme, 19h30Palácio Baldaya

filme, 19h30

Palácio Baldaya, Estrada de Benfica 701A

Paulo Abreu, 2015 • 29` • documentário | *Entrada gratuita

Uma pequena equipa de estudantes de cinema vai aos Açores, durante uma semana, acompanhar o trabalho de Raimundo Bicudo, um polémico realizador de São Miguel.

Torna-te um agente da integridade

Associa-te

Mais notícias

organização

parceiros

apoios